Cordeirópolis tem seu primeiro dia de volta às aulas presenciais na rede municipal


Depois de 11 meses de incertezas, espera e muita expectativa, nesta quinta-feira (18) pela primeira vez, a maioria dos alunos da rede municipal de Cordeirópolis, pôde voltar a colocar os pés dentro de uma escola. Rever os amigos e os professores, também se tornou uma lição diferente. No lugar dos abraços, eles encontram um universo diferente, mas tudo preparado com muito carinho e com sabor de poder novamente sentir um gostinho de estar em uma sala de aula.

A volta às aulas presenciais, foi preparada com muito cuidado e com detalhes muito apurados com base nas normas de segurança. O distanciamento adequado, o uso da máscara e do álcool em gel, a partir de agora se tornaram as principais “regras” dentro da escola. A secretária de Educação, Angelita Ortolan que antes mesmo do retorno das aulas, passou em cada unidade escolar acompanhando os preparativos, comentou sobre o novo desafio.

“Com muita cautela, orientações e expectativa iniciamos o primeiro dia de volta às aulas em Cordeirópolis. Vejo tudo isso como o primeiro passo, rumo a esse mundo novo que nós nos deparamos. Para que tudo seja encaminhado da melhor forma, contamos com o apoio da principal dupla na vida dos estudantes: a família e a escola”, relatou.

Angelita ressalta também sobre a não obrigatoriedade do aluno ir à escola e comenta também sobre o método de aprendizado que será aplicado a partir de agora. “As aulas irão prosseguir em dois módulos, com o modelo híbrido, que combina atividades presenciais pedagógicas, com exercícios e atividades online através do site. Neste momento ressaltamos a importância da participação das crianças nas avaliações diagnósticas, pois os resultados servirão de base para continuidade da aprendizagem e recuperação da mesma, além de nortear todo o planejamento a ser desenvolvido ao longo do ano”, explicou a secretária.

Importante reforçar que os alunos que não participarem presencialmente das aulas, as atividades serão disponibilizadas de forma impressa, com orientações para a realização domiciliar. As disciplinas de educação física, arte e inglês, serão desenvolvidas de forma online, utilizando vídeos explicativos.

Atendimento especial aos alunos com comorbidade

Segundo a diretora pedagógica, Silvana Mello, a Secretaria de Educação dará apoio total aos alunos que, mediante ao atestado médico, possuem comorbidades e estão dentro do grupo de risco. “Esses estudantes terão um atendimento especializado, principalmente nos quesitos tecnologia e apoio pedagógico da escola, para assim contribuir para um ensino eficaz da mesma maneira, como se o próprio estivesse dentro de sala de aula” disse a diretora.

Compartilhe esta notícia, escolha sua plataforma preferida!