Vice-prefeita e secretária da Justiça e Cidadania participam AMPPESP para pleitear recursos de habitação para Cordeirópolis

Na manhã desta quinta-feira (11), em Brotas, no evento dos Municípios de Pequeno Porte do Estado de São Paulo (AMPPESP), a vice-prefeita Fátima Celin e a secretária da Justiça e Cidadania, Sandra Santos, aproveitaram o espaço para pleitear recursos para os programas Cidade Legal e Nossa Casa no setor de habitação.

O secretário estadual de Habitação, Flávio Amary, abriu os trabalhos de palestras da AMPPESP e abordou temas importantes como “Cidade Legal” e “Nossa Casa”. Amary citou os avanços das regularizações de terrenos e residências, no auxílio aos 550 municípios conveniados, com a desburocratização de todo o processo.

Em Cordeirópolis o projeto é aplicado no Bairro do Engenho Velho e, assim, várias residências e terrenos foram regularizados nos últimos anos, com a entrega de escrituras para os moradores do local.

Para a vice-prefeita, Fátima Celin, apesar dos avanços dos últimos anos, é importante focar em outras demandas do setor. “Entendemos que precisamos avançar na questão de habitação, por isso buscamos todas as questões que envolvem recursos para aplicarmos no município. Os projetos Cidade Legal e Nossa Casa, do Governo do Estado, auxiliam a nossa gestão, mas precisamos de mais. Por isso trabalhamos todos os dias para criarmos alternativas e ajudar quem de fato precisa”, comentou.

Para a secretária da Justiça e Cidadania, Sandra Santos, estreitar o relacionamento com o Estado facilita nos acessos aos programas e recursos. “Cordeirópolis têm 10 projetos cadastrados no Cidade Legal e dois em fase final, ou seja, nossa missão é acelerar o que tem e buscar novos horizontes”, frisou.

Compartilhe esta notícia, escolha sua plataforma preferida!