Secretaria de Saúde de Cordeirópolis orienta moradores no combate à dengue

Com a chegada do verão e as chuvas intensas no final da tarde, a Secretaria de Saúde de Cordeirópolis chama a atenção para que a população intensifique os cuidados contra a proliferação do mosquito Aedes aegypti.

De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Nayara Motta, o mosquito se reproduz em qualquer lugar que tenha água parada como pneus, garrafas, calhas de telhados e em outros locais. “Se cada um realizar as medidas preventivas e conscientizar as pessoas ao seu redor, o número de contaminação deste vírus diminuirá em nossa cidade”, reforçou Nayara. Cordeirópolis registra até a presente data, 18 de fevereiro, 50 notificações, sendo 34 casos confirmados da doença, um importado e 15 negativos.

A equipe da Secretaria de Saúde vem realizando diversas medidas que contemplam a vigilância constante em residências e ações de conscientização à população. “Os principais criadouros do mosquito ainda são encontrados nas residências, principalmente em quintais, como baldes sem tampa, vasilhas e pratos de plantas. Por isso, não podemos nos descuidar, é só cada um limpar o quintal de sua casa, não deixar água parada, ainda mais nesse período que as temperaturas estão muito elevadas”, frisou a secretária de Saúde, Jordana Cassetário.

Fique atento:

– Água parada em pneus sem uso (preferido pelo mosquito);
– Caixa d’água sem tampa (devem ser bem lacradas);
– Piscinas sem tratamento;
– Garrafas jogadas, latas vazias, copos com restos de líquido;
– Terrenos baldios;
– Vasos de plantas com pratos com água parada.

Sintomas da doença:
– Febre;
– Dores nas articulações;
– Dor no fundo dos olhos;
– Diferente da gripe normal porque não tem secreção e nem tosse;
– Não pode tomar Ácido Acetil Salicílico (AAS), porque pode ocorrer hemorragia.

Compartilhe esta notícia, escolha sua plataforma preferida!